Páginas

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Disque Descarrego, Mais Uma da Universal

Atendimentos são oferecidos por diversas religiões na internet. Teólogos e líderes de congregações questionam a eficácia desses tratamentos espirituais

- ‘Espírito maligno, sai da corrente sanguínea dele. Sai das artérias. Você, demônio, que está fazendo o coração dele acelerar … Em nome de Jesus, saiiiii!” Esta foi apenas parte de uma sessão de descarrego que durou cerca de dez minutos quarta-feira passada. O suposto possuído era repórter do DIA e o ‘exorcismo’ aconteceu por telefone. É o que oferece o S.O.S espiritual da Igreja Universal do Reino de Deus.

A denominação não é a única a usar a tecnologia a serviço da fé. Na internet é possível encontrar, por exemplo, o Macumba Online. Por trás do uso deste tipo de ferramenta para tratar questões sobrenaturais, no entanto, fica uma preocupação: é possível controlar uma catarse (seja ela do espírito, da alma ou do corpo) à distância?

Com pós-graduação em Teologia, o psicólogo e pastor vice-presidente da Igreja Batista do Recreio dos Bandeirantes, José Paulo Moura Antunes, conta que a prática vem crescendo entre as igrejas evangélicas, mas condena quem faz.

“A gente pode usar o telefone e a internet para dar uma palavra de conforto, para fazer oração, para aconselhar… mas fazer exorcismo desta maneira é muito perigoso. E também nem sempre as questões são espirituais. Tem gente com problemas psicológicos, por exemplo. Não dá para saber a reação da pessoa”, analisa.

No S.O.S espiritual da Universal, a reportagem do DIA foi atendida pelo pastor Vitor, que fica na central telefônica da Catedral Mundial da Fé, em Del Castilho. “Seu chefe está aí? Vai para o banheiro que é melhor. As pessoas podem achar que você está passando mal e vão chamar médico. O Senhor Jesus vai ficar no comando de tudo”, disse antes de começar a ‘orar forte’.

Em nota, a Universal disse que o trabalho é ininterrupto. São equipes de pastores que se revezam, inclusive na web. “Nosso trabalho consiste em ajudar aos sofridos e levá-los a se libertar de toda sorte de problemas e escravidão espiritual”, diz.

Pela internet são muitas as ofertas de serviços espirituais online e por telefone. No site Macumba Online já foram realizados 1.835 trabalhos para ‘despiranhar’ (o termo não tem explicação no site) internautas. Já para ‘empiranhar’ o número é maior: 2.392. No topo da lista dos ‘macumbeiros modernos’ está o famoso ‘trago a pessoa amada’ — são quase 53 mil despachos virtuais. A intenção de emagrecer é a segunda causa mais procurada quando os santos baixam por download: mais de 40 mil pessoas.

Centro místico faz críticas

No centro místico Casa do Mago, no Humaitá, não há qualquer possibilidade de conseguir atendimento pela internet ou telefone. O lugar é conhecido por prestar aconselhamento espiritual a pessoas famosas como Eike Batista e até atrizes americanas.

“A única forma de consultar as entidades é pessoalmente. Quem falar que faz isso de outra forma está te enganando”, informou. O Mago, líder religioso do lugar, criticou o atendimento a distância. “Isso é brincar com a fé das pessoas. Este negócio de ‘sai capeta’ e ‘vem capeta’ por telefone é mentira. Tudo enganação”, disse.


Fonte: O Dia